Dinagro

Ciclo biológico do sauveiro

As formigas cortadeiras existem há 50 milhões de anos e ao longo desse tempo desenvolveram um avançado sistema agrícola baseado no mutualismo com o fungo simbionte que cresce nas câmaras subterrâneas de seus ninhos. As formigas fornecem fragmentos vegetais frescos em alta quantidade para o fungo simbionte e em troca alimentam-se dele. As formigas cortadeiras dos gêneros Atta (saúvas) e Acromyrmex (quenquéns) são responsáveis por danos econômicos em áreas agrícolas e florestais, destacando-se como um dos principais insetos-praga das regiões tropicais e subtropicais das Américas.

No Brasil, que possui o maior número delas, há 10 espécies de saúvas e 20 espécies de quenquéns. Entre as espécies de saúva, Atta sexdens rubropilosa (Forel, 1908) e Atta laevigata (F. Smith, 1858) são as mais importantes sob o ponto de vista econômico, com ampla ocorrência no país, pelo tamanho do ninho e quantidade de formigas nele existentes e pela intensa desfolha que provocam em culturas florestais e agrícolas.

Você controla a sua produtividade!

Preencha nosso formulário para conheçer as vantagens de ser um parceiro da Dinagro.